Quantidade de Páginas visitadas

BIOGRAFIA DO PROFESSOR AMARÍLIO


Chamo-me Amarílio Resende de Oliveira. Nasci no Rio de Janeiro em 13 de setembro de 1903, numa família de educadores: minha mãe Agostinha Resende de Oliveira e minhas três irmãs eram professoras. Sou formado em Pedagogia e Jornalismo.


Morei no norte do Paraná, no município de Wenceslau Braz, onde fui diretor do Grupo Escolar Estadual daquela cidade.


Em 1927 vim transferido para Guarapuava, quando assumi a direção do Grupo Escolar Complexo de Sá Camargo, hoje Colégio Estadual Visconde de Guarapuava, onde permaneci até 1935.


Em 1928 casei-me com Judith Bastos - filha de Trajano de Paula Bastos e Laura Loures Bastos - com quem tive quatro filhos: Iara, Trajano, Lenita e Terezinha Bastos de Oliveira.


Meu dinamismo me levou a fundar em Guarapuava: o primeiro Jardim de Infância quando diretor do Colégio São José, educandário conhecido como “Colégio dos Padres”; a primeira Escola Normal, um Internato para meninos, um Grupo de Escoteiros e, com Sebastião Loures Bastos, a primeira rádio da cidade – a Rádio Difusora.


Sempre exerci intensa atividade política, iniciada em 1930 quando participei do Movimento Revolucionário que culminou com a vitória de Getúlio Vargas.


No campo jornalístico, atuei nos jornais da época entre os anos de 1930 e 1940. Meus artigos se caracterizavam pelos princípios democráticos e nacionalistas.


Em 1932 dei início à minha atividade política em Guarapuava, com a fundação da Ação Integralista Brasileira.


Em 19 de maio de 1937, eu e meus sócios Sebastião Loures Bastos e Laurentino da Costa Ávila, fundamos a empresa Bastos e Companhia que, mais tarde, sob direção de minha esposa Judith Bastos de Oliveira, seria aprimorada na atividade de farmácia, hoje Farmácias Trajano, nome dado em homenagem a meu sogro, Trajano.


Sempre fui homem de idéias e firmes convicções. Em 1937 discordei dos rumos de Vargas, que implantara o Regime Ditatorial do Estado Novo e não aderi ao novo sistema. Sofri perseguições e fui preso político três vezes, ficando incomunicável no presídio do Ahú, em Curitiba.


Em 1947 fundei o Partido de Representação Popular. Fui candidato a Deputado Estadual e Federal, sempre pela legenda PRP.


Em 1950, juntamente com meu genro Nivaldo Passos Krüger, fundei o jornal Combate, que foi editado durante seis anos.


Nos anos de 1950 a 1954, dirigi o Ginásio Manoel Ribas.


Fui eleito vereador em 1951. Como Presidente da Câmara Municipal prestei relevantes serviços na organização do Legislativo. Também liderei, entre os vereadores, a campanha pela criação de um Plano Diretor para ordenar o crescimento da cidade.


Criei e apresentei, aos Domingos pela manhã, um programa de rádio denominado “Infantilidades”, destinado ao incentivo artístico e literário da juventude.


No dia 07 de agosto de 1956, retirei-me de cena com a certeza de ter desempenhado meu papel.






Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito